Uma das principais dúvidas do profissional liberal (que trabalha por conta própria), em especial no caso dos contadores, é em relação à precificação dos serviços contábeis, ou seja, o valor a ser cobrado.

Isso ocorre pois o profissional, mediante ao serviço oferecido, não sabe como precificar sua mão de obra de maneira justa para torná-la competitiva em relação à concorrência, sem abdicar do valor que considera ideal.

Por isso, se você é da área contábil e tem uma empresa de contabilidade ou trabalha como autônomo, vamos te ensinar algumas dicas para precificar seu serviço de forma assertiva mediante o mercado, sem desmerecer a categoria.

2 erros comuns na precificação dos serviços contábeis

Precificação dos serviços contábeis

Com essa dúvida em mente, dois erros muito comuns acontecem: “valores colocados abaixo do que vale” e “parâmetros arbitrários”. A seguir, confira esses dois erros cometidos.

Valores abaixo do mercado

Atualmente, o mercado está cada vez mais competitivo com a chegada de novos profissionais da área contábil. Com isso, o profissional recém-formado ou até mesmo o mais antigo acaba sofrendo na hora de precificar seus serviços prestados, o que pode acarretar valores mais baixos, não sendo o mais indicado, pois esse fator representa a desvalorização da profissão e da sua entrega.

Parâmetros arbitrários

Já por meio dos parâmetros arbitrários, o profissional dedica suas ações ao que vem na mente, ou seja, não segue ou depende de regras ou normas. No fim, isso torna-se um grande problema na vida deste especialista, pois passará a enfrentar problemas financeiros em relação à mão de obra, prejudicando o futuro do negócio temporalmente.

4 passos para definir a precificação dos serviços contábeis

Precificação dos serviços contábeis

Entenda o cenário do mercado

Antes de cobrar o seu valor, temos uma pergunta para te fazer: você sabe quanto a concorrência está cobrando?

Isso não quer dizer que o seu valor precisa ser igual ou maior que o de outros escritórios de contabilidade. Por outro lado, é uma maneira de entender melhor e aperfeiçoar as suas expectativas com relação à realidade dos demais.

Por isso, o primeiro passo é realizar uma pesquisa aprofundada de mercado. A partir dela, é possível ter um direcionamento sobre o preço a oferecer. Contudo, é preciso ter muita atenção! Em alguns casos, pode ser que seus concorrentes cobrem até mais barato e sem ofertar a mesma quantidade de serviços ou até mesmo a qualidade.

Determine sua margem de lucro

Antes de determinar sua margem de lucro, é preciso atentar-se ao preço mínimo, utilizado para arcar com os gastos do seu serviço. Por outro lado, vale lembrar que você precisará ter dinheiro o suficiente para pagar suas contas pessoais e sonhos.

Na hora de calcular, pense nos seguintes valores: receita total, custos, impostos, despesas fixas e variáveis. Por isso, na hora de estipular sua margem, leve em consideração todo conhecimento e tenha uma boa estratégia de marketing para vender a sua ideia e seus serviços com o valor desejado.

Avalie o atendimento ao cliente

Nenhum serviço é igual ao outro, por isso, o valor a ser pago também vai ser diferente nas demandas que exigem mais tempo e atenção, bem como o atendimento ao cliente.

Por isso, é importante ter em mente que quanto maiores forem os honorários contábeis de um determinado cliente a você ou o quão difícil é o serviço, maior será o valor final cobrado. Para calcular, pense nos seguintes preços: seu próprio custo (caso não tenha funcionário), tempo dedicado ao cliente e custo do atendimento ao cliente.

Cuidado ao realizar descontos

Muitos profissionais optam pela estratégia do desconto para reter mais clientes. No entanto, se o valor promocional for oferecido a todos e sem planejamento, prejudicará suas contas no final do mês. Portanto, utilize desta abordagem apenas em casos especiais e quando necessário.

Gostou do conteúdo e quer saber mais sobre a área contábil? No Treinar Prime, ensinaremos você sobre as principais tendências do mercado e compartilharemos conhecimentos sobre a contabilidade do futuro, curiosidades sobre o Direito Tributário e entre outras informações sobre o cenário econômico do país.

Acesse nosso site para saber e aprender mais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *